Aromoterapia e o olfato

 A Aromoterapia e o Olfato

 Aromoterapia, a arte e a ciência do uso de óleos essenciais para promover a saúde e bem- estar físico e emocional começou a tornar-se popular porque faz uso do sentido mais forte e constante nas nossas vidas, o olfato.

Alguns testes provaram que o cérebro regista e deteta um cheiro no espaço de dois segundos, mesmo depois de muitos anos após o termos inalado pela primeira vez. O nervo responsável pelo olfato tem uma ligação com os centros nervosos que controlam a emoção.

Por esta razão é que muitas pessoas experimentam uma sensação de calma e relaxamento ao passar por um jardim florido, relva molhada, pinhal ou outros. É uma sensação do cérebro aos perfumes  naturais das plantas.

Tanto no homem primitivo, como no homem moderno, as informações dependem do despertar do olfato para muitas reacções, tais como: as de fome, fuga do perigo, interacção de sexual, e de inúmeras informações subtis que o nosso cérebro processa milhares de vezes por dia.

Como funcionam no corpo mente e alma

O campo das terapias holísticas reconhece a importância da conexão entre mente e corpo. Platão escreveu: “A cura da parte não deveria ser tentada sem a alma, e para que a cabeça e o corpo sejam saudáveis deve-se começar pela cura da mente” Os óleos essenciais afetam tão fortemente a mente e as emoções quanto afetam o corpo físico. O olfato pode influenciar áreas do cérebro inacessíveis ao controle mental, bem como as emoções e as reacções hormonais.A aplicação dos óleos  essenciais pode trazer benefícios aos músculos, ao sistema nervoso e ao linfático. Na verdade aos óleos essenciais são muito activos a nível energético. O óleo essencial entra no verdadeiro âmago da força vital da planta, pois é um produto da natureza na qual todos nós fazemos parte. A “memória olfativa “é um fenómeno que acontece porque o olfato está directamente ligado aos mecanismos fisiológicos que regem as emoções. Quando sentimos um cheiro, a informação passa pelas narinas e é processada no sistema  límbico, parte do cérbero responsável pela memória, sentimentos, reacções instintivas e reflexos. Com a Aromoterapia, é possível  «a libertação de traumas afectivos  reprimidos, ou traumas inconscientes  vividos até mesmo na ventre materno»

 Funções mais importantes dos óleos essenciais

  • Os mais poderosos produtos da natureza
  • Antioxidantes-evitam o envelhecimento
  • Auxiliam a entrada de oxigénio
  • Transporte efectivo de outros nutrientes
  • Antivirais, antibióticos, antifúngicos, antiparasitários
  • Ajudam na eliminação de toxinas
  • Atuam sobre o estado de ânimo quase instantaneamente
  • Elevam rapidamente a frequência vibracional
  • Calmantes muito rápidos de todo o tipo de dores
  • Relaxantes, harmonizadores e antidepressivos
  • Antibióticos e elevadores do nosso sistema de defesas
  • Limpadores, purificadores. Atuam suave e efectivamente ajustando os processos vitais: digestão, respiração, circulação sanguínea, sistema músculo-esquelético, sistema nervoso e linfático
  • Pensamento
  • Emoções
  • Conexão espiritual
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s