Magnetoterapia

A palavra significa a aplicação para fins terapêuticos de um campo predominantemente magnético originado a partir de frequências altas e baixas.

A Magnetoterapia regenera as células lesionadas melhorando a cinética enzimática e repolariza as membranas celulares; além disso produz uma acção anti-stress e promove uma aceleração de todos os fenómenos reparadores com nítida acção bio-regenerante, anti-inflamatória, antiedematosa, antálgica, sem efeitos colaterais.

A Magnetoterapia é uma forma de fisioterapia que utiliza a energia electromagnética e é uma cura eficaz, segura e não invasiva. Os campos magnéticos interagem com as células promovendo a recuperação das condições fisiológicas de equilíbrio.É indicada nos casos em que é necessário estimular a regeneração dos tecidos após eventos lesivos de natureza diferente.  Os campos electromagnéticos gerados promovem resultados seguros sem o recurso a nenhum medicamento.

Trata-se de submeter a zona afetada a um campo magnético similar ao terrestre. Os ímanes têm a função diferenciada nos seus polos (norte e sul) a energia emanada do positivo (norte) é aplicada em traumas recentes, dores e algumas infecções, a energia emanada magnetismo (sul) é aplicada em dores crónicas, regeneração dos tecidos cicatrizações e inflamação. Porem obtém-se muito mais resultados positivos aplicando a bipolaridade contínua.

Esta vertente das medicinas alternativas ou complementares tratam o corpo como um todo, promovendo o bem-estar físico, e psicológico com base na reposição de energias e sem efeitos colaterais.

A sua utilização alivia a dor muscular, provocada por artroses ou reumatismo, estimula o sistema imunológico e melhora a circulação.

De igual forma os resultados mais surpreendentes apresentam-se quando diminuem ou desparecem tumores, quando se recupera de fracturas gravem, principalmente mulheres de idade avançada ou quando feridas como golpes cicatrizam rapidamente.

 

PODER DA MAGNETOTERAPIA

A acção terapêutica da Magnetoterapia é muito mais rápida do que a produzida pela aplicação do calor, dos raios infravermelhos, dos comprimidos anti-inflamatórios, das infiltrações e de outros métodos conhecidos em terapia da dor. A aplicação de calor não consegue estimular a capacidade reparadora de um tecido lesionado, este necessita de um fluxo de sangue oxigenado. A recuperação de um músculo exige que se consiga o fluxo necessário de sangue na região afectada.

Os campos magnéticos fazem parte de modernos rolos, cintos lombares e outros dispositivos que produzem um imediato alívio da dor e uma rápida recuperação da zona lesionada. Em medicina desportiva, utiliza-se com grande sucesso a terapia com ímanes graças à rapidez da reinserção do desportista lesionado e à segurança de uma recuperação livre de sequelas traumáticas.

 

 

RESUMO DOS EFEITOS DOS CAMPOS MEGNÉTICOS

• Acção Anti-inflamatória
• Reparação dos Tecidos
• Acção Analgésica
• Acção Anti-alérgica
• Acção Vaso Activa
• Acção Neuro-Equilibradora
• Acção estimulante do Sistema Endócrino
• Aumenta o oxigénio nas células
• Elimina fluidos e gases.
• Reduz a retenção de líquidos
• Estimula e restaura o sono profundo
• Combate a infecção
• Ajuda a cura biológica
• Reduz a inflamação
• Normaliza o equilíbrio ácido / base (PH)
• Mitiga e elimina a dor
• Pode reduzir e eliminar sintomas
• Promove a acuidade mental e o raciocínio
• Promove o efeito de tranquilidade
• Reduz e dissolve os depósitos de cálcio e gordura em ossos e articulações
• Tende a normalizar a pressão sanguínea

Serviço do espaço